Bento XVI considera errado dizer que o papa é infalível

Do G1

Cidade do Vaticano, 21 nov (EFE).- Bento XVI considera errado afirmar que o papa é infalível, pois, segundo ele, mesmo o hierarca máximo da Igreja Católica também se equivoca, declaração que se soma à justificativa que fez do uso de preservativos “em alguns casos”.

Ambas as declarações foram expressas no livro-entrevista do escritor Peter Seewald – baseado em entrevistas com Bento XVI -, que será lançado na próxima terça-feira, mas que teve algumas páginas divulgadas neste domingo pela imprensa italiana e alguns trechos publicados um dia antes pelo jornal vaticano “L’Osservatore Romano”.

Bento XVI também disse que nunca pensou que seria eleito papa e que, embora Deus lhe dê forças para seguir adiante, ele nota que, aos seus 83 anos, “as forças vão diminuindo”.

Além de justificar o uso do preservativo “em alguns casos”, a primeira vez que um papa o faz, Bento XVI enfrenta no livro outros aspectos do Pontificado, da Igreja, de sua vida e do momento de sua eleição.

Perguntado se “o papa é verdadeiramente infalível, um soberano absoluto, cujo pensamento e vontade são lei”, Bento XVI responde, de maneira categórica: “isso é um equívoco”.

Segundo Bento XVI, o papa se comporta “como qualquer outro bispo”, salvo em determinadas condições, “quando a tradição é clara e se sabe que não se atua arbitrariamente”.

“Obviamente, o papa pode se equivocar. Ser papa não significa se considerar um soberano cúmulo de glória, mas alguém que dá testemunho de Cristo crucificado”.

A infalibilidade do papa, aprovada pelo Concílio Vaticano I, é um dos pontos que separam as Igrejas Católica e Ortodoxa. EFE

Anúncios

Sobre ibrpe

De bem com a vida.
Esse post foi publicado em Notícias e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Bento XVI considera errado dizer que o papa é infalível

  1. AGilson B. disse:

    Papa algum é infalível no seu cotidiano. O papa só infalível em matéria de fé e doutrina quando se pronuncia através da Igreja. O papa, seja quem for, não recebeu o dom da impecabilidade, mas o dom da infalibilidade. Bento XVI ratificou o que outros papas já disseram. Mais uma vez os filhos de Lutero deturpam o que Papa fala.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s