Comércio deve gerar 15 mil vagas temporárias

Do Diário de Pernambuco

Bolso // Previsão de gasto recorde nas compras de fim de ano pode ampliar contratação de vendedores

O gasto dos brasileiros deve bater recorde neste Natal. A movimentação estimada no Brasil é de R$ 98 bilhões, segundo projeção da MB Associados. O valor será R$ 5,2 bilhões a mais que o desembolso de 2009, sendo a maior cifra já registrada em um mês de dezembro. Em Pernambuco, a expectativa é que o faturamento cresça 10%. De olho nesse potencial de consumo, o comércio já está recebendo currículos para contratação de mão de obra temporária a partir de outubro. No Recife, a expectativa é que mais de 15 mil vagas sejam abertas nos últimos três meses do ano, cerca de 15% a mais que o registrado em 2009. A remuneração mínima é de R$ 530.

Não há preferência por sexo ou idade, embora a maior parte dos temporários tenha entre 18 e 25 anos, segundo o Sindicato dos Comerciários do Recife. A escolaridade mínima desejada é o segundo grau completo. Ter experiência com vendas pode ser um diferencial na hora da seleção. Foi o caso de Silvânio Barros, 28 anos. “Eu já tinha trabalhado nove meses em outra sapataria e por isso consegui o cargo de vendedor”, comenta Silvânio Barros, 28 anos. Após a experiência como temporário, em novembro de 2009, Silvânio foi contratado pela Esposende.

No entanto, cerca de 40% das vagas são absorvidas por jovens do primeiro emprego, como Wellington da Silva, 18 anos. “Deixei currículo em várias lojas, fui chamado para a seleção e passei. Esse é o momento mais fácil para procurar trabalho. Você começa como temporário. Depois do Natal, sempre surgem vagas. Foi assim que eu consegui”, relata ele, que começou como estoquista no final de 2009, foi efetivado e acaba de ser promovido a vendedor, na mesma loja que Silvânio. O ramo das sapatarias é um dos que mais procura mão de obra extra para os últimos meses do ano. “Em seguida vem as lojas de eletrodomésticos, vestuário e dos shoppings”, afirma Ricardo Araújo, administrador do Sindicato dos Comerciários do Recife

Remuneração – O piso do comércio subiu para R$ 600, em julho deste ano. Os temporários ganham R$ 530. A remuneração sobe para R$ 555, a partir de janeiro. Quem tiver interesse nas vagas deve começar a distribuir os currículos nas lojas a partir desse mês, porque a seleção já começa em setembro. Para quem está desempregado, o trabalho como temporário serve como uma porta de entrada para a efetivação. No ano passado, cerca de 15% dos temporários foram efetivados. Mas as redes neste ano estão dispostas a contratar bem mais. Caso da Esposende, que estima absorver 25% desse pessoal. “Estamos promovendo muitos estoquistas para vendedores. Essas vagas de estoquistas serão preenchidas por temporários que, dependendo do desempenho, irão entrar para o quadro fixo”, comenta Carlos Moraes, gerente de RH da Esposende. No mercado local, o incremento nos lucros está acima das projeções nacionais, segundo Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Pernambuco (Fecomercio-PE). “Mais de 70% do comércio aposta na alta das vendas. A maior parte espera crescer 10%”, diz o consultor da entidade, Luiz Kehrle.

Anúncios

Sobre ibrpe

De bem com a vida.
Esse post foi publicado em Oportunidades - empregos, cursos e concursos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s