Desrespeito homossexual de Elton John causa polêmica

Do G1
com comentário Pr. Artur

ELTON JOHN AFIRMA QUE JESUS ERA “UM GAY SUPERINTELIGENTE”

O  cantor e compositor britânico Elton John afirmou em uma entrevista publicada nesta sexta-feira que Jesus era um “homem gay superinteligente”. Na entrevista, publicada na revista americana Parade, Elton John também afirmou que Jesus era “piedoso”, magnânimo e “compreendia os problemas humanos”. “Na cruz, ele perdoou as pessoas que o crucificaram. Jesus queria que fôssemos amorosos e magnânimos”, afirmou o cantor. “Não sei o que faz com que as pessoas sejam tão cruéis. Tente ser uma mulher gay no Oriente Médio – é como se você morresse”, acrescentou.

Críticas

Em resposta às afirmações publicadas na entrevista, um porta-voz da Igreja Anglicana afirmou que algumas declarações feitas pelo artista deveriam “ficar restritas aos acadêmicos”. “As reflexões de Elton John, de que Jesus nos convoca a amar e perdoar, são compartilhadas por todos os cristãos”, disse. “Mas as reflexões a respeito de aspectos de Jesus como personagem histórico talvez devam ficar restritas aos acadêmicos”, finalizou.

Na entrevista, Elton John também falou que não gosta mais de ser uma celebridade, pois a “fama atrai loucos”. “Princesa Diana, Gianni Versace, John Lennon, Michael Jackson, todos mortos. Dois deles, mortos a tiros em frente de suas casas. Nada disso teria acontecido se eles não fossem famosos. Nunca tive um guarda-costas, nunca, até a morte de Gianni (Versace)”, disse.

NOTA Pr. Artur: A forma como tratam gays no Oriente Médio (algo que denuncio no blog) não dá o direito, nem ao Elton John, nem a quem quer que seja, de chamar a Cristo de “gay”, numa clara ação ofensiva aos cristãos mundiais. A tática desse pessoal é clara: não falam de “Maomé”, por exemplo… ou de qualquer outro líder religioso, exceto a pessoa de Cristo, pois é muito mais fácil falar da religião que “representou” o Ocidente, uma vez que o Ocidente encontra-se em um estágio tão avançado de secularização, que já denomina-se como “pós-cristão”. Assim, figuras como o gay Elton John (e outros) tentam minar quaisquer vestígios de moral e ética cristãs, mas principalmente no Ocidente. A resposta da autoridade britânica ilustra bem o que acabei de dizer. Falando algo, mas não dizendo nada, a Igreja Anglicana (combalida por escândalos notórios e rachas sem fim por causa da questão homossexual), através de seu portavoz, trata a questão como não se deve, e revela seu completo e total despreparo (ou desinteresse) de lidar com questões atuais prementes. “Restrito a acadêmicos” é a “resposta” única para tentar colocar-se na discussão, haja vista que, de tão desmoralizada e descontextualizada do padrão bíblico, a IA deve estar pensando que a única forma de alguém ainda ouví-la, como instituição, é através do estudo teológico e histórico restritos. De fato, não sei quem foi, nesta reportagem, mais escandaloso.

Espero que o sr. Elton John viaje aos países da região sobre a qual falou e, como um bom “defensor de seus ideiais”, fale por lá…. e, se não quiser ir por lá, que monte um blog, twitter, etc., e fale o que pensa… Sabe por que ele não vai fazer nada disto? Porque é, sim, um verdadeiro hipócrita, e todo hipócrita vive alimentando o pensamento alheio, enchendo-o de denúncias de uma suposta hipocrisia daqueles que discordam de si.

Anúncios

Sobre ibrpe

De bem com a vida.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.