Governo faz parceria com igrejas na prevenção do uso de drogas

do GNotícias

O curso “Fé na prevenção” vai capacitar 5 mil religiosos, de diferentes credos e famílias confessionais, na prevenção do uso de álcool e outras drogas que geram comportamentos de risco. Até 2011, o curso pretende capacitar 20 mil pessoas.

A iniciativa é da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), ligada à Presidência da República, em parceria com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Na modalidade Educação a Distância (EaD), o curso, gratuito, terá a duração de dois meses, com carga horária de 60 horas. Os participantes receberão certificado de extensão emitido pela Unifesp. As inscrições podem ser feitas junto à Senad, até o dia 10 de julho.

A Senad reconhece, assim, a contribuição que casas de acolhida, fazendas de desintoxicação e projetos vinculados a igrejas prestam à sociedade na prevenção e eliminação do uso de álcool e outras drogas.

“A espiritualidade mexe com o censo ético do dependente, resgata o amor próprio e ocupa um vazio antes dominado pela droga”, afirmou o padre Márcio Roberto Geira, da Fazenda Esperança, de Guaratinguetá, à repórter Fernanda Aranda, do jornal O Estado de São Paulo.

A Unifesp e o governo federal mantêm clínica de recuperação de pessoas dependentes de drogas em São Bernardo, onde oração e meditação fazem parte do tratamento junto com a medicação.

Em 1998, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) criou a Pastoral da Sobriedade, que tem sede em Curitiba, que trabalha na prevenção, recuperação, inserção familiar e social do dependente.

“Temos cerca de mil grupos espalhados por 24 Estados, atendemos, em média 20 mil pessoas por semana”, informou o padre João Ceconello à Agência Brasil. A Pastoral conta com mais de 11 mil agentes capacitados para atuar nas comunidades.

A Pastoral da Sobriedade quer chegar até as 9.500 paróquias brasileiras. Ela desenvolveu um processo de vivência diária, denominado 12 Passos da Sobriedade, que levam a um maior comprometimento com a espiritualidade.

“Arriscamos mesmo a dizer que é de 100% a recuperação dos que praticam cada um dos 12 Passos da Sobriedade, um programa fundamentado na doutrina da Igreja Católica e em processos terapêuticos da psicologia e psiquiatria. A família participa do processo terapêutico simultaneamente com o dependente, o que facilita a reinserção”, explicou Ceconello.

Hoje é comemorado o Dia Internacional de Luta contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas. O Brasil lembrou, de 22 a 26 de junho, a XI Semana Nacional de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas, este ano debatendo o tema “Ações integradas na prevenção ao Uso de Drogas e Violência”.

Anúncios

Sobre ibrpe

De bem com a vida.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s