Internet turbina culto aos anabólicos

Do JC On line

20090524Leonardo tem 16 anos e até pouco tempo tinha vergonha do próprio corpo. A magreza fazia do garoto alvo constante das piadas dos amigos. Foi a partir daí que resolveu entrar em uma academia. Malhou regularmente durante seis meses e tomou suplementos alimentares, mas disse não ter conseguido massa muscular. Só então decidiu recorrer aos anabolizantes. “O cara muito magro não tem moral na rua e não fica com nenhuma menina. Estava treinando forte, cinco vezes por semana, mas meu corpo não saía do canto. Com os anabólicos, dei uma crescida. Agora, gosto quando me olho no espelho”, contou.

A magreza ficou mesmo no passado. Com os anabolizantes, Leonardo ganhou 13 kg de músculo. Nos últimos nove meses, investiu quase R$ 2 mil com a compra de esteroides, todas pela internet. Aliás, foi a rede mundial de computadores que estimulou o garoto a se bombar, depois de frequentar fóruns sobre o assunto, onde vários contrabandistas atuam livremente e fazem forte apologia ao consumo. “Na internet, tirei todas as minhas dúvidas. Desde o que tomar até como atenuar os efeitos colaterais”, afirmou.

A operação de compra pela internet é sempre a mesma. Os compradores fazem o depósito na conta do contrabandista e enviam um e-mail com uma cópia do comprovante. Numa média de dez dias depois, recebe um Sedex com os produtos. Como medida de segurança, o endereço do remetente é sempre falso. “É uma estrutura de comércio que todos gostam, porque ninguém precisa mostrar a cara, podemos usar até pseudônimos. Além disso, pela internet, temos mais opções para comprar e por um preço menor”, comentou o ex-judoca Hildo.

“Estes produtos estão mais baratos porque não há intermediários na operação”, disse, por e-mail, um contrabandista de São Paulo, que vende pela internet. Ele se comunicou durante 15 dias com a reportagem do JC, acreditando se tratar de pretensos consumidores (ver relato ao lado).

Na mesma medida em que facilita o caminho de garotos até as bombas, a internet alimenta informações distorcidas sobre o assunto, principalmente nos fóruns destinados a debates. Todos entram usando pseudônimos e a maioria faz apologia ao consumo de anabolizantes. Em alguns momentos, ironizam pessoas magras e gordas, chamando-as de “nojentas”.

“Tem muita coisa deturpada na internet, postada por gente que não entende de musculação e saúde. Eles prometem fórmulas mágicas com o uso de anabolizantes e não falam dos malefícios. Os garotos entram nestes fóruns e acham que podem resolver os seus problemas rapidamente. Há coisas muito absurdas e que podem levar à morte”, disse o personal trainer Derval Rêgo.

__________________
Nota Pr. Gustavo Melo
– A palavra de Deus em I Co 6:12, diz: “Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?”. Cada vez mais temos visto através da mídia a valorização ao extremo do corpo, o que chamamos de “Culto ao Corpo” ou Narcicismo, que é idolatria. Atualmente jovens são tentados, muitas vezes pelos meio de comunicação, a viverem padrões estéticos que podem trazer riscos à saúde e deixar consequências para toda a vida. O uso de anabolizantes, por exemplo, podem trazer doenças como redução da função sexual, câncer, problemas no fígado, derrame cerebral, aparecimento de acne, alterações no sistema nervoso, nos rapazes, a diminuição da fabricação de esperma, retração dos testículos, dor ou dificuldade de urinar, impotência sexual, o desenvolvimento irreversível das mamas, calvície.
Devemos sim cuidar do nosso corpo, fazer atividades físicas, ter uma boa alimentação e viver uma vida sem ansiedades (Mt. 6:25vss) Mas temos que ter muito muidado com os exageros. A palavra de Deus nos aconselha a não vivermos à moda do mundo (I Jo 5:19), e sim aos padrões divinos.

Anúncios

Sobre ibrpe

De bem com a vida.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Internet turbina culto aos anabólicos

  1. Lucas disse:

    Infelizmente, muitos jovens ficam seduzidos pela FACILIDADE e esquecem da SAÚDE.

    Além disso, tem a questão do curso, um anabolizante é dezena de vezes mais barato que uma alimentação saudável.

    Parabéns pelo artigo!

    É muito bom saber que temos mais pessoas, a cada dia, dedicadas a desenvolver temas sobre nutrição, boa forma e saúde na internet.

    Certamente, informações muito úteis.

    Gostaríamos de fazer um convite para visitar nosso sítio, quando tiver um tempo:
    http://companhiadanutricao.com.br (opção PORTAL)

    Felicidades para você e seus leitores!

    Equipe Companhia da Nutrição
    Valorizando os profissionais de saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s